Espaço Mulher >> MENOPAUSA: AS DORES E AS DELÍCIAS DA MATURIDADE


É inevitável: todas nós iremos passar por ela algum dia. Aquelas que já chegaram a este período de suas vidas sabem e as mais jovens com certeza já ouviram falar sobre os mal estares, os calorões, a angústia que freqüentemente fazem parte desta grande transformação na vida da mulher.

A menopausa envolve o fim da fase reprodutiva da mulher. Este fato pode por vezes tornar-se psicologicamente doloroso para algumas, pois remete a nossa sexualidade.

Pode surgir a dúvida: será que continuo uma mulher atraente sexualmente? Será que ainda posso ser sensual, feminina? Com certeza sim.

A menopausa marca biológica e psicologicamente o fim de um período e o início de outro. Afinal a mulher já viveu muitas experiências, boa parte já tem seus filhos criados e encaminhados para a vida. Enfim, a mulher amadureceu e esta maturidade permite vivenciar novas experiências ou mesmo situações já conhecidas de maneira que na juventude não nos é possível. Então minha querida leitora, celebre a vida, a maturidade, a sua sensualidade, pois tal como a fruta madura você agora está mais bela, mais atraente e porque não dizer mais saborosa.

É necessário dizer que todas estas coisas precisam, antes de tudo, vir de dentro para fora.

As novas descobertas da medicina oferecem diversas formas de minimizar os sintomas desagradáveis. Cabe a cada uma lançar mão daquela que melhor se adéqüe ao seu organismo, buscando sempre a orientação de um médico ginecologista.

É importante também cuidar da mente e vigiar sempre os próprios pensamentos, pois a ocorrência de problemas psíquicos como a depressão é relativamente comum nesta fase.

Portanto cuide-se! Aproveite a sua  maturidade, sinta-se cada vez mais sensual e bonita, ame-se. Reserve tempo para fazer coisas que lhe de prazer, produza-se, faça coisas belas, pois o fim da etapa reprodutiva não é o fim da produtividade e da criatividade.

Somos e seremos sempre capazes de criar, inventar, produzir.

Permita-se mais do que nunca ser feliz, pois você é vitoriosa e merecedora de toda a sua plenitude.

GLAUCIA ALMEIDA – PSICÓLOGA

   

Compartilhe:
Compartilhe no Facebook
Imprimir
Voltar